Meteoflash

Logo

Curso de Meteorología

  1. Portada
  2. Blogs
  3. Blog de Márcio Santos
  4. O frio voltará num piscar de olhos
Martes, 14 Mayo 2019 00:41

O frio voltará num piscar de olhos

Escrito por
Etiquetado como:

A primavera em Portugal pauta-se variabilidade meteorológica, temos assistido períodos de instabilidade e temperaturas baixas, com precipitação abundante, intercalados por períodos de temperaturas bem acima da média com muito sol, como foi o caso dos últimos dias e em especial no sul do país, onde as temperaturas subiram bem acima dos 35ºC em especial nos vales do Guadiana, Sado e Tejo, destaque para a estação de Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal que atingiu ontem uns impressionantes 37.1ºC (12.05.2019), dado oficial IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera).

A dinâmica atmosférica sofrerá importantes alterações já a partir da próxima quinta-feira, veremos como o se abrirá no Atlântico um corredor de instabilidade entre dois anticiclones, um centrado na Escandinávia e outros na região dos Açores, permitindo a chegada de ar frio à Península Ibérica, deixaremos de estar sob a influência de ar subtropical para uma nova massa de ar marítima, muito mais fria e húmida.

Nas cartas de temperatura a 850hPa torna-se ainda mais clara a pulsação de ar frio que chegará à Península no próximo fim-de-semana, não excluindo o cenário de IS0 0ºC no noroeste penínsular, situação nada habitual já na segunda quizena de maio e a poucos dias do arranque do verão meteorológico, as temperaturas máximas cairão pontualmente entre 10 a 15 graus entre quarta-feira e sexta-feira, sentiremos novamente frio, em especial no interior norte e centro.

Em relação à precipitação, é provável o seu regresso a partir de quinta-feira / sexta-feira, sempre mais provável e intensa nas regiões norte e centro, pontualmente poderá formar-se alguma trovoada.

No longo prazo a tendência é de continuação de tempo variável com temperaturas amenas ou mesmo abaixo da média para a segunda quinzena de maio, pelo menos até dia 27 não se vê a chegada de calor significativo à região, trata-se obviamente de uma previsão a prazo que terá de ser confirmada e acompanhada nos próximos dias.

Seca em Portugal

De acordo com índice meteorológico de seca (PDSI) elaborado pelo IPMA, a 30 de abril verificou-se uma diminuição da área em seca meteorológica e da sua intensidade, o valor médio da quantidade de precipitação foi superior ao valor normal e corresponde a cerca de 140% do valor medio mensal, foi o 5.º abril mais chuvoso desde 2000.

Também ajudou a mitigar a seca, o facto de as temperaturas terem sido mais baixas que o habitual para o período, segundo o IPMA, o valor médio da temperatura média do ar foi inferior ao normal, sendo o 4.º valor mais baixo desde 2000, o valor médio da temperatura mínima do ar foi inferior ao normal, sendo o 3.º valor mais baixo desde 2000, o valor médio da temperatura máxima do ar foi próximo do valor normal, no entanto também foi um dos valores baixos dos últimos 20 anos. A mesma fonte refere também que o valor médio da temperatura mínima do ar foi inferior ao normal, sendo o 3.º valor mais baixo desde 2000, o valor médio da temperatura máxima do ar foi próximo do valor normal, no entanto também foi um dos valores baixos dos últimos 20 anos.

Grato pela atenção. 

Actualizado: Martes, 14 Mayo 2019 01:26

Também lhe pode interessar

Márcio Santos

Márcio Santos, nascido em Chaves a 21 de Abril de 1985. Meteorologista amador, autodidata e comunicador, desde sempre apaixonado por fenómenos extremos, astronomia, vulcanismo e natureza. Criador da maior comunidade online dedicada à meteorologia em Portugal, o Meteo Trás-os-Montes, presente no Facebook, Instagram e Twitter.

En Meteovigo utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar la experiencia de nuestros usuarios. Para continuar navegando es necesario que atiendas este mensaje. Política de Cookies Política de Privacidad