Blog de Meteo Trás os Montes

Depois do granizo e das trovoadas… Nova bolsa de ar frio no fim-de-semana?

Anuncios

Granizo em Vila Real

Maio despediu-se de uma forma abrupta, é verdade que esperava um episódio de instabilidade, mas também é verdade que não esperava que se trata-se de uma situação tão severa como a verificada ontem na zona de Vila Real.

Anuncios

A instabilidade potenciada pelo calor intenso à superfície associado a uma depressão isolada em altitude que aportou ar frio em altitude na atmosfera, gerou fortes correntes ascendentes (convecção), com as nuvens de trovoada (cumulonimbus) a atingir os 16/17 km´s de altitude, produzindo pedras de granizo de muito grande tamanho e pouco habituais no nosso país. A região mais afetada foi a zona de Vila Real e Sabrosa, mas também atingiu Boticas e Ribeira de Pena, com perdas muito significativas na agricultura e estragos em automóveis e mobiliário urbano, a intensidade foi tal que vários automobilistas se refugiaram por baixo de viadutos das autoestradas da região.

Tudo começou por volta das 18 horas, após a passagem de uma primeira linha de instabilidade que se tinha formado na Serra do Alvão e já se encontrava sobre a zona de Montalegre a rumar para a Galiza, novas células de grande desenvolvimento vertical apareciam no radar na região de Tabuaço e que se dirijiam precisamente para norte, rumo a Vila Real e Sabrosa.

Formação celular no Douro

Rapidamente a célula, com características que a podem definir como supercélula, progridiu para a zona do Douro vinhateiro onde deixou muita precipitação em pouco tempo, gerando algumas inundações na zona de Covas do Douro, contudo a pior parte estaria reservada para alguns km´s mais a norte.

Possível supercélula

Já em Vila Real, os meteoros começaram a cair pela zona de Guiães e Abaças, chegando também ao perímetro urbano da cidade, onde chegou a assustar muita gente que se viu surpreendida pelo fenómeno.

Granizada em Vila Real

Anuncios

A queda de gelo foi tal que as ruas chegaram a ficar cobertas por um manto branco que faz lembrar outras épocas do ano.

Granizo em Vila Real

Os estragos na agricultura já se esperavam, as imagens eram inequívocas, arruinando o ano agrícola em muitas explorações da região, em especial na vinha e pomares.

Prejuízos agricolas

Nova cut-off no final da semana?

Os modelos continuam a intuir que o ar frio na atmosfera deverá manter-se nos próximos dias, podendo na sexta-feira, reativar a atividade elétrica em boa parte da Península Ibérica, faltam muitos dias e as trovoadas são um dos fenómenos mais dificeis de antecipar, mas para já é esta a tendência, uma bolsa de ar frio cruzaria o norte da Península trazendo de novo instabilidade, onde e como? Ainda não é possivel detalhar.

Abraços!

❤️​ Únete a Meteovigo para que el proyecto siga adelante y mejora tu experiencia meteorológica: 

  • Recibe alertas personalizadas directamente en tu correo si va a llover, nevar, hacer frío, calor o fuertes vientos en tu localidad en los próximos 7 días.
  • Consulta el pronóstico del multimodelo de Meteovigo para tu localidad y el nuevo modelo de inteligencia artificial del ECMWF AIFS. 
  • Accede a datos meteorológicos históricos por localidades desde 1940 y guárdalos en PDF.
  • 30 % de descuento en los cursos de formación meteorológica de Iberomet.es
  • Apoya nuestra labor diaria para que podamos seguir publicando todos los días (festivos incluidos) en un momento de grandes cambios en los medios digitales.


Si te gusta Meteovigo valora nuestro trabajo dejando una reseña en Google: ->> Valorar Meteovigo

Marcio Santos

Márcio Santos, nascido em Chaves a 21 de Abril de 1985. Meteorologista amador, autodidata e comunicador, desde sempre apaixonado por fenómenos extremos, astronomia, vulcanismo e natureza. Criador da maior comunidade online dedicada à meteorologia em Portugal, o Meteo Trás-os-Montes, presente no Facebook, Instagram e Twitter.

Publicaciones relacionadas

Botón volver arriba